notas & noções.16

notas & noções.16                                                                                    

»»»»» Introduzi no texto de notas & noções.15 (*), já em fase de revisão, ou seja, a posteriori, os termos “crueldade” (“crescendo em crueldade”) e “cruel” (“indiferente e cruel”); depois pensei em rasurá-los; depois pensei em deixá-los estar. Uso ambos os termos com a pretensão de os despojar de cargas subjectivas. Porque considerar que o cosmos, de que o nosso planeta é um ínfimo incidente, evoluciona indiferente aos seres que nele procriam e proliferam, não me era suficiente. O adjectivo crudelis, “cruel” em latim, é antónimo de pius, “pio, piedoso”. É no contexto desta antonímia que me leio ao escrever “cruel”, ou seja: “desprovido de piedade ou de consideração por”. Tanto o universo quanto a humanidade, ou seja todo o existente avança sem consideração por, ou melhor, inconsideradamente, embora participando da mesma existência, de uma mesma totalidade existente. Assim, “cruel” e “crueldade” densificam a noção de indiferença, acrescentam-lhe a ausência de unidade de sentido, a entredescoesão ou a des-solidariedade do criado: assim escrevo as palavras pretendendo que as leiam despojadas de dramaticidade ou subjectividade.

Nota:

»»»»» (*) O texto das notas & noções.15 foi este:

»»»»» Caminhar sem-objectivo, ressalvando a precaução de não nos perdermos no vasto território por onde caminhemos, o que seria um factor de ansiedade destrutiva dos benefícios do exercício, vem a ser uma cauta, modesta metáfora do caminhar universal, também ele sem-objectivo. Como defini nas notas & noções.13, o cosmos, tal como a humanidade, expandem-se tão-só, a humanidade crescendo em crueldade e encontrando sempre novas técnicas de se expandir agressivamente; cosmos e humanidade obedecendo até-ver a tal movimento expansivo, indiferente e cruel, determinado a partir de um princípio evolutivo a que o big-bang deu origem. Ganha actualmente a teoria de que o cosmos se expandirá indefinidamente, ao invés de se contrair.

»»»»» Assim, caminhar, deambular, tal como toda a actividade sem-objectivo, vem a ser um modo de estar com o movimento cósmico.

António Sá

[25.08.2015]

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s