A dignidade última dos despojos

A dignidade última dos despojos

 

»»»»» Plano decerto ambicioso, aquele a que obedece a série de fotografias de Rui Dias Monteiro (Os despojos do dia, 2015): centrar-situar objectos, mais exactamente objectos-dejectos-já em cenários de uma natureza agreste. Dar relevância, dignidade terminal a objectos já tornados inúteis, bidões e garrafões de plástico, panos, pedaços de madeira, despojos cuja última utilidade consiste neste uso estético enquanto modelos fotográficos. Enquadrá-los em planos aproximados que recortam uma natureza procurada pelo seu abandono, a sua aridez. E estabelecer fortes contrastes cromáticos ou luminosos entre objectos e natureza-de-fundo. Em dois casos os contrastes encontram-se abolidos: as  duas fotos de panos abandonados em terreno revolto, poeirento: aí revela-se uma hegemonia cromática, sem que as formas dos objectos e do terreno percam a definição das suas circunvoluções e dobras.

Sem título (2015)

»»»»» No lugar centrado destes objectos, muitos pintores do século XVII punham nas suas telas caveiras, eventualmente acompanhadas de outros adereços sinalizando a passagem do tempo e a inevitabilidade da morte: eram as vanitas, ou seja, as telas que suscitavam uma reflexão sobre a inconsequência das “vaidades” humanas. Estes despojos das fotografias de Rui Dias Monteiro podem ser vistos, entre outras hipóteses interpretativas,  enquanto sucessores ou substitutos das caveiras dessa tradição pictórica, anotando a perecibilidade das coisas e dos seres — restos destinados à dissolução, despojos que nós, humanos (e desumanos), seremos um dia, um sempre já breve dia.

 

António Sá

22.01.2016

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s