Monthly Archives: May 2016

Desatino 70

Desatino / 70 [O abastado-poupado fumador]       

 

»»»»» Daqueles rapazes eterno-rapaz, tipo vitelloni (Federico Fellini creauit), hoje com poucos amigos e mais de cinquenta estações vividas. Conta a lenda urbana, glosada por comadres-fêmea e comadres-macho coisas destas: era muito bonito rapaz há trinta anos atrás; hoje está-a-ser um isolado dono-herdeiro de prédios de apartamentos, de cujas rendas vive. Tem rasa uma barba que se tornou masculino uniforme, é balofo-branco de corpo e de rosto, e fuma cigarro após cigarro na rua e à porta de cafés e restaurantes onde bebe cervejas.

»»»»» Sendo portanto abastado ecónomo, segundo as sibilas, as fêmeas e as macho, ele vasculha e recolhe escrupulosamente, à entrada dos Centros Comerciais, todas as beatas apagadas nas colunas-cinzeiro para uso dos fumadores. Recolhe-as numa bolsinha de pano, sem quaisquer ocultações nem constrangimentos. E ritualmente encaminha-se para alguma caixa automática, mas não levanta dinheiro, apenas verifica o estado da conta bancária.

 

»»»»» [Nota: Federico Fellini usou inventivamente o termo italiano vitelloni (“vitelões”) no seu memorável filme I vitelloni (1953), no qual descreve um tipo de figuras masculinas: jovens adultos tendencialmente broncos, arrastando-se em compadrio ocioso-boémio, estagnados ad aeternum na dependência dos progenitores.]

 

António Sá

[30.03.2016]

Advertisements

Desatino 69

Desatino / 69 [Caldeirada]   

 

»»»»» Típico morcão lusitano, na sua trintena semiobesa, espessamente auto-suficiente, explica indignado aos seus três compadres grunhos:

»»»»» — Eu vou telefonar para ela, e vai haver caldeirada!… Vai haver, vai!…

 

António Sá

[23.03.2016]